Como Iniciar um Negócio

Quero mostrar a você como iniciar um negócio com grandes chances de sucesso, mesmo que você nunca tenha empreendido antes.

Acho que a coisa mais importante que você precisa considerar antes de construir seu negócio é alinhar seu mindset.

Mindset, porque não adiantará entrar em campo se você não tiver objetivos claros e se não acredita que possa vencer.

Assim, simplesmente não há limites, nem para o seu negócio, nem para quem quer se tornar um grande empreendedor.

Para Iniciar um Negócio…

Você não precisa de um diploma, uma certificação, nem mesmo experiência em negócios, nem muito dinheiro para começar a empreender.

No entanto, o que você precisa para começar um negócio de sucesso é um motivo forte, objetivos e um plano de negócios.

Neste post, você vai aprender como iniciar um negócio e como transformar sua grande ideia em um negócio de sucesso.

Como Iniciar um Negócio

Passo 1: Avalie-se

Eu já te falei o que você precisa para iniciar um negócio, mas vou reforçar um pouco mais aqui.

Quero fazer algumas perguntas durante esse post, para que você possa avaliar se está realmente pronto para começar um negócio.

A primeira, e talvez mais básica pergunta que podemos fazer é: Por que você quer iniciar um negócio?

Portanto, você deve ter isso bem claro na sua mente – Mas, isso é algo que pouca gente questiona ou quando responde, digamos, não tem as motivações.

Muita gente se cansou do chefe, ou acha que sendo o próprio patrão vai poder começar a trabalhar da praia.

Outros, acham que poderão se dar férias, trabalhar quando e como quiser, que mesmo assim terão grandes resultados.

Vamos com calma aí… 🙂

Bem, você precisa parar e pensar um pouco sobre isso.

Se você quer somente uma renda extra, ou ganhar mais dinheiro, talvez não seja necessário construir um novo negócio do zero.

Mas, se você busca liberdade, talvez esse seja um dos melhores caminhos para deixar seu trabalho tradicional e começar algo.

Então, depois de definir claramente seu motivo/por quê, há algumas outras perguntas que você deve pensar em responder:

  • Quais são suas melhores habilidades?
  • Onde está sua paixão?
  • Você é especialista em alguma área?
  • Você tem capital para investir no negócio?
  • Quanto de capital você realmente precisa?
  • Que estilo de vida você quer viver?
  • Você está pronto para se tornar um empreendedor?

Uma dica valiosa aqui: Seja absolutamente sincero ao responder essas perguntas para saber se você tem o que é preciso.

Se você estiver pronto, essas respostas formarão uma base para progredir nos negócio – é bom saber disso agora.

Big Ideia :: Como Iniciar um Negócio

Passo 2: Big Idea

Você tem alguma grande ideia de negócio, que você acha que poderia executar para ter êxito como empreendedor?

Se sua resposta é sim, está de parabéns! Mas, você não precisa de uma grande ideia para iniciar um negócio.

Assim, vai algumas dicas que você pode usar para obter insights e, quem sabe, conseguir uma grande ideia de negócio:

  1. O que vem pela frente: Que tecnologias ou tendências estão por vir, e como isso causará impacto nos negócios como conhecemos?
  2. Corrigir algum incômodo: As pessoas preferem se livrar de coisas ruins do que ter coisas boas; fugir da dor, do que se aproximar do prazer; Se você pode resolver alguns problemas, pode ter uma oportunidade de negócios aí;
  3. Inovação: É muito fácil achar empresas que fazem aquilo que outras empresas sempre fizeram; mais do mesmo; commodities; Se você pode fazer algo de uma forma inovadora, terá um grande diferencial;
  4. Melhor, mais barato e mais rápido: Você não tem grandes inovações? Então, concentre-se em criar algo melhor, mais barato e mais rápido.

Uma boa dica para obter insights é participar de eventos de networking, encontrar pessoas, fazer perguntas, buscar conselhos de empreendedores.

Também, você pode usar a internet para pesquisar novas ideias, e encontrar algo que faça sentido para você iniciar um negócio.

Pesquise o mercado :: Como Iniciar um Negócio

Passo 3: Pesquise o Mercado

Claro, inovar é preciso e, conseguir fazer algo diferente pode te colocar na vanguarda na área de atuação escolhida.

Mas, você precisa ser estratégico – Se ninguém está fazendo algo sobre o que você pensou, pode haver uma explicação.

Você pode ficar tentado a achar que está sendo totalmente inovador, criando um negócio sem concorrência, mas as chances poucas.

Além disso, muita gente acha que concorrência é algo ruim, mas ter rivais ou alguns que possam virar parceiros pode ser bom.

Porém, a melhor forma de saber é fazendo mesmo pesquisas, que podem ser por telefone ou mesmo online.

Ao fazer pesquisas, tente não cometer os três principais erros que a maioria comete nessa fase:

  1. Fazer pesquisas simples demais
  2. Usar apenas recursos online
  3. Sondar apenas entre as pessoas que você conhece

Passo 4: Obtenha Feedback

Se você tem como ouvir as pessoas sobre sua ideia, sobre seus serviços e produtos, será ótimo – mas tenha cuidado.

Assim, novos olhares sobre seu negócio pode ajudar a identificar problemas que você não enxergava, aquilo que chamamos de pontos cegos.

Outra vantagem sobre isso, é que algumas pessoas passarão a ser defensoras da sua marca, quando sentem-se valorizadas.

Um bom processo de feedback deve ter algumas etapas básicas:

  • Lançar um produto ou serviço
  • Obter feedback
  • Adaptar ou otimizar

Isso vai ajudar a garantir a qualidade e de entregar o que seus consumidores realmente precisam, garantindo sua relevância.

Como fazer bom uso dos feedbacks

Feedbacks pode ser bons ou ruins, mas se você quer um passo a passo para obter feedback, aqui vai um:

  1. Conscientize-se: Talvez você fique animado com alguns feedbacks positivos, mas pode começar a desmoronar quando for o contrário. Avalie cuidadosamente cada sugestão de receber;
  2. Sempre agradeça: Algumas pessoas não esperam que você agradeça, especialmente as que enviam feedbacks negativos, mas agradecê-los vai fazer com que o respeitem e continuem sendo honestas;
  3. Encontre a verdade: Não é porque não gostaram de alguma característica que não gostem de absolutamente nada. As pessoas estão tentando ajudar, e para isso, podem estar apontando algum problema específico ou uma solução melhor;
  4. Identifique padrões: Se você começa a ouvir muitos feedbacks parecidos, deve parar imediatamente e analisá-los.
  5. Atenção aos detalhes: Esteja sempre disposto a ouvir com atenção e curiosidade.
  6. Pergunte: Faças perguntas até que entenda o ponto de vista da pessoa. Como você poderia realmente melhorar o que está ofertando.

Uma boa dica para você lidar melhor com feedbacks negativos é criar um “mural do amor”!

A ideia é mostrar as suas mensagens positivas que recebeu, que vai te inspirar e ser usada como prova social.

Prova social é um dos gatilhos mentais mais poderosos que existem e pode fazer grande diferença no seu negócio.

Passo 5: Legalize

Iniciar um negócio é relativamente simples, ainda mais como a maioria lança, na informalidade, o que até pode funcionar agora.

Mas, se você é sério com seu negócio, talvez seja importante que você já comece a considerar os aspectos legais.

Há grandes vantagens em pensar nisso desde o início, especialmente se você não quer que roubem sua ideia, te comprometa em uma parceria ou processe você por algo que você nem faz ideia.

Embora você possa tocar boa parte desse processo sozinho, é recomendável procurar um advogado e um bom contador.

Planeje :: Como Iniciar um Negócio

Passo 6: Planeje

Muita gente começa escrevendo um plano de negócio, muitas vezes eles são até bem completo e detalhado.

Eu porém diria que você pode começar sem um plano muito detalhado, até sem um plano de negócios.

Se você tem uma grande ideia, pesquisou e lançou sua solução no mercado, em seguida obteve feedbacks, você já tem insumos para tocar um negócio de sucesso.

Mas, eu não tiro o mérito de um bom plano de negócio que descreve como seu negócio irá funcionar.

Vale dizer também que nenhum investidor ouvirá você se não tiver um plano de negócio com umas 10-40 páginas.

Então, aqui estão algumas etapas que você considerar na criação do seu plano de negócios:

  1. Folha de rosto: Comece com o básico – o nome do seu negócio.
  2. Sumário executivo: Resumo do que está contido no plano, uma descrição básica da empresa, o problema que ela resolve e a solução que você oferece;
  3. Descrição do negócio: Qual tipo de negócio? Qual seu modelo de negócios? Qual mercado? Tendências e futuro;
  4. Estratégias de mercado: Quem é seu público e como pretende serví-lo?
  5. Análise competitiva: Quem são seus concorrentes, seus pontos fortes e fracos e como vai superá-los?
  6. Desenvolvimento: Como será desenvolvido seu produto ou serviço? Inclua informações orçamentárias aqui;
  7. Operacional: Como vai funcionar?
  8. Fatores financeiros: De onde está vindo o dinheiro? Quando? Como? Faça projeções e considerações.

Há formas de criar planos de negócios diferentes, mais objetivas, como uma ferramenta chamada Business Model Canvas.

Sobre Plano de Negócios, o que devo deixar de observação é que ele deve ser “vivo”, deve evoluir junto com seu negócio.

Financie :: Como Iniciar um Negócio

Passo 7: Financie seu Novo Negócio

O que torna um negócio vivo é a margem – diferença entre o que você fatura e o que você investe.

Desde o início, você deve ser sério com seu negócio e entender que é uma semente, e que seu investimento é a água que usa para regá-la.

Há muitas formas de financiar o negócio, formas de obter os recursos necessários para iniciar um negócio.

Melhores formas para financiar o negócio

Vou listar algumas maneiras de obter o financiamento da sua ideia, então, considere a que funcionará melhor para você:

  1. Financie você mesmo: Bootstrapping seu negócio pode demorar mais, mas é bom para controlar melhor seu destino (e equidade);
  2. Apresente suas necessidades para amigos e familiares: Não é simples juntar negócios e relações, pessoais, mas se você está pensando em empréstimos, pode ser um caminho;
  3. Crédito para pequenas empresas: Você pode conseguir subsídios para iniciar um negócio, mas saiba que pode ser um processo longo, mas não custa se informar;
  4. Use crowdfunding (online): Se você conseguir fazer uso disso, pode conseguir muitos recursos através de pouco sobre muitos;
  5. Encontre investidores anjos: Existem plataformas e grupos de investidores que podem ajudar a financiar sua ideia;
  6. Investidores com capital de risco: São pessoas que normalmente procuram oportunidades comprovadas, então, você precisa de números antes de recorrer a elas;
  7. Junte-se a uma incubadora ou aceleradora de startups: Há algumas que ajudam novos negócios e startups a irem para o próximo nível. Você pode conseguir desde recursos gratuitos, estrutura à financiamento;
  8. Encontre um parceiro: Se alguém vê valor no seu produto ou serviço a ponto de querer pagar por ele, pode ser que queira financiá-lo com perspectivas de retorno. Aqui poderia ser estabelecido um contrato de licenciamento ou white label;
  9. Permuta: Você pode não ser pago por seu produto ou serviço, mas você pode poupar em alguma coisa – um tostão poupado é um tostão ganho.
  10. Empréstimo bancário ou crédito: Não é uma coisa simples e sempre estaria no final da minha lista de recomendações, mas você pode querer solicitar um empréstimo – esteja muito consciente sobre isso antes.

Entendendo uns termos…

Alguns termos que citei acima, caso você não esteja familiarizado com eles:

  • Bootstrap significa criar sua startup usando somente recursos próprios, apertando os cintos do time e não recorrendo a investidores externos (EXAME).
  • Startup significa o ato de começar algo, normalmente relacionado com companhias e empresas que estão no início de suas atividades e que buscam explorar atividades inovadoras no mercado. (Wikipedia)
  • Financiamento coletivo, também conhecido como crowdfunding, consiste na obtenção de capital para iniciativas de interesse coletivo através da agregação de múltiplas fontes de financiamento, em geral pessoas físicas interessadas na iniciativa. (Wikipedia)
Desenvolvimento :: Como Iniciar um Negócio

Passo 8: Desenvolva sua Solução

Se você tivesse seguido minhas orientações até aqui, seu negócio já estaria rodando, sua ideia já teria ganhado vida.

Mas, estou incluindo esse tópico porque em alguns casos você vai precisar contar com terceiros para desenvolver sua ideia.

Por exemplo, se você quer criar um aplicativo, mas não for engenheiro de software ou programador, terá que encontrar um.

Se você pensa em lançar um negócio de produção em massa, vai precisar encontrar algum fabricante para isso.

Mas, quero deixar algumas dicas simples para desenvolver seu produto ou serviço quando for iniciar um negócio.

Se eu tivesse que dar dicas valiosas sobre o que deve considerar ao desenvolver sua ideia, seriam duas coisas: simplicidade e qualidade.

Muita gente acha que a melhor opção é tornar o produto mais barato, mesmo que diminua o custo de fabricação.

Mas, a qualidade precisa ser uma característica indispensável bem como a de chamar a atenção de alguém rapidamente.

Terceirizando o desenvolvimento

Se você precisará terceirizar o desenvolvimento dos seus produtos, deve se certificar de algumas coisas:

  1. Mantenha o controle do seu produto e aprenda constantemente: Se não é você que desenvolve e também não tem controle/supervisão, é provável que as coisas não saiam como gostaria;
  2. Verifique e compare: Se você vai contratar freelancer, talvez seja interessante ter mais de um para que não fique na dependência;
  3. Contrate especialistas, não generalistas: Se há uma forma de contratar alguém incrível para o desenvolvimento, faça isso;
  4. Não coloque todos os “ovos na mesma cesta”: Essa dica se soma a n.2, e a ideia é não depender e ficar na mão caso um membro da equipe sair ou falhar;
  5. Gerencie e economize: Você deve estar atento a taxas e custos, já que podem variar bastante. Mas, você precisa se certificar que não está pagando por alguém “super qualificado” se poderia obter o mesmo resultado final a um custo bem menor.

Se posso dar uma dica, comece a aprender o máximo sobre a produção, assim poderá melhorar os processos e decisões.

Agora, o que falei nesse tópico serve muito bem para produtos, mas é diferente quando se trata de iniciar um negócio de serviços.

No entanto, se considerarmos um negócio de serviços, você tem habilidades que as pessoas pagarão para poderem usufruir.

Siga as dicas para contratação e estabeleça um nível maior de qualidade nos serviços que você vai prestar – torne-se especialista.

Mas, essas habilidades podem ser difíceis de se quantificar, precificar, então, fazem-se necessárias algumas especificações.

E, como estamos falando de desenvolvimento, em se tratando de serviços, você deveria considerar a criação de um portfólio, um site para mostrar a qualidade dos seus serviços.

Se você precisa de ajuda para criar um site, envie uma mensagem para mim!

Além disso, você deve mostrar suas qualificações e certificações, caso isso seja necessário, ou se alguém perguntar.

Passo 9: Comece a criar uma equipe

Não tenha dúvidas, se você quer escalar seu negócio, você vai precisar criar uma equipe e delegar certas responsabilidades.

Talvez no início você consiga iniciar um negócio sem equipe, talvez apenas com um parceiro ou freelancer.

Mas, se você precisa de um time, independentemente de ser interno ou externo, aqui vão algumas dicas:

  1. Defina claramente seus objetivos: Você deve se certificar que todos entendam sua visão e missão desde o início;
  2. Siga protocolos: Você deve definir suas prioridades e levar em consideração aspectos importantes sobre o processo de contratação;
  3. Estabeleça uma cultura: Basicamente você deve considerar o respeito e capacitar as pessoas, incluindo treinamento e orientação, sobre como sua empresa deve funcionar.
Encontre um Local :: Como Iniciar um Negócio

Passo 10: Encontre seu lugar

Talvez seu negócio não precise ser físico num primeiro momento, mas se você vai ter uma equipe, se vai escalar, provavelmente precisará de um local.

Você deve ter sempre em mente suas reais necessidades e evitar custos desnecessários – são as dicas mais valiosas aqui.

Aqui estão mais algumas coisas que você deve saber sobre encontrar um local para iniciar um negócio:

  1. Estilo de operação: Certifique-se que o ambiente seja consistente com o estilo e imagem do seu negócio;
  2. Demografia: Quem são seus clientes? Quão importante é a proximidade? Dependendo do seu negócio, é vital estar perto dos seus clientes, mas em outros casos, não;
  3. Tráfego de pessoas: Se você precisa que as pessoas vejam e entrem em sua loja ou escritório, certifique-se que seja fácil de encontrar e chegar;
  4. Acessibilidade e estacionamento: Um ponto muito importante é saber se tem acessibilidade e se seus clientes conseguem estacionar, caso contrário, irão para outro lugar;
  5. Concorrência: Lembra que eu falei lá em cima que pode ser boa? Às vezes não, mas às vezes é importante ter, vai depender do seu modelo de negócios;
  6. Proximidade: Ter algumas empresas e serviços próximos ao seu negócio pode ajudar a enriquecer sua qualidade;
  7. Imagem e histórico do local: O local reflete a imagem que você realmente quer passar?
  8. Infraestrutura: Você precisa de tecnologia ou recursos de infraestrutura? Veja se o local vai oferecer isso a você. Em alguns casos, você pode até considerar contratar um engenheiro ou técnico para avalizar o local.
  9. Custos: Como eu falei antes, você deve estar muito consciente sobre seus custos fixos, especialmente os que dizem respeito ao local de funcionamento e serviços necessários para iniciar um negócio.

Também considere os aspectos visuais, pois a primeira impressão fica, e a imagem da sua empresa é o mais importante fator de sucesso.

Comece a vender :: Como Iniciar um Negócio

Passo 11: Comece a vender

Lembra que eu falei que para um negócio sobreviver é preciso margem? Isso depende totalmente da receita e das vendas.

Mesmo que você ache que seu negócio não se trata de vendas, que é apenas serviços, por exemplo, ainda assim precisa de vendas.

Vender é uma arte, da qual todo negócio depende, se você não vende um produto, vende seu tempo ou ideia.

E, quando se trata de vendas, há muitas estratégias e táticas diferentes, umas que funcionam e outras não.

Podemos falar nos próximos conteúdos sobre algumas estratégias e técnicas diferentes que você pode aplicar, mas aqui estão alguns princípios:

  1. Ouça: Ouvindo seus clientes e parceiros, você sabe o que eles precisam e aprende como fazer isso acontecer;
  2. Não seja invasivo demais: Você nunca deve ser tímido para oferecer sua solução, mas forçar uma venda pode irritar seu potencial cliente.
  3. Aprenda a lidar com a rejeição: Não tenha medo de ouvir “não”!
  4. Priorize as vendas: Se você não se preocupar com isso, seu negócio pode não sobreviver.

Portanto, comece identificando os clientes ideais para seu produto ou serviço, em seguida, faça uma oferta para eles.

Você pode estar encontrando os primeiros clientes para sua empresa, aumentando sua base de clientes ou publicando anúncios para encontrá-los.

Em seguida, descubra o funil ou estratégia de vendas que possam transformar essas pessoas em receita para seu negócio.

Se você não tem uma estratégia ou não sabe como criar um funil de vendas, envie uma mensagem para mim!

Escale :: Como Iniciar um Negócio

Passo 12: Escale seu Negócio

Sem sombra de dúvidas, existem milhares de formas de crescer e escalar seu negócio.

Você pode até fazer a aquisição de um negócio existente e expandir suas atividades, segmentar melhor o mercado, etc.

Você pode estar animado para iniciar um negócio, mas nada disso vai ser mais importante do que duas coisas.

A primeira coisa que todas as empresas que crescem têm em comum é um plano de crescimento (ou de marketing)(1).

Essas empresas usam as mídias sociais de maneira eficaz, de forma orgânica, mas também paga, assim como campanhas com influenciadores.

As empresas que crescem criam e usam lista de e-mail, segmentando e nutrindo relacionamentos com elas, e utilizando automação.

Resumindo, elas entendem muito bem que precisam segmentar – on e offline – com campanhas eficientes de marketing.

A outra coisa que as empresas que mais crescem focam é na retenção (2).

O cliente mais fácil para você vender é o que você já tem!

Seus clientes já se inscreveram na sua lista, já forneceram dados, incluindo financeiros e já adquiriram o que você oferece.

Portanto, essas pessoas já tem um tipo de relacionamento com sua marca, então, ajude-os a se sentirem mais felizes ainda.

Quer ajuda com seu marketing digital? Entre em contato comigo!

Conclusão

Nunca se acomode! Seu negócio deve ser vivo, portanto, deve crescer, deve prosperar.

Assim, continue pesquisando sempre o mercado, ouvindo as pessoas, re-planejando, contratando pessoas e focado em construir um produto ou serviço de alta qualidade.

Desta forma, tenho certeza que você será capaz de iniciar um negócio de sucesso e construir um império.

Se você quer realizar seu sonho de ter seu próprio negócio, espero que estas dicas ajudem a iniciar mas também a escala-lo.

Boa sorte!

Este post é uma adaptação de entrepreneur.com.
Artigo anteriorComo Realizar seus Sonhos
Próximo artigoEnergia: Combustível da Excelência
Minha Missão é Ajudar Você à Atingir a Alta Performance! Este site serve compartilhar um pouco da minha vida, minhas sacadas e o que faço para viver mais e melhor, com alta performance.